sexta-feira, 21 de julho de 2017

INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA "BANCO DO TEMPO 15 ANOS, 15 HISTÓRIAS" DE INÊS D'OREY

Amanhã, sábado, pelas 10h00, decorrerá Na Biblioteca Municipal a Inauguração da Exposição de Fotografia Banco do Tempo 15 anos, 15 histórias”,  de Inês D’Orey.


terça-feira, 18 de julho de 2017

JANE AUSTEN (16 Dezembro de 1775 -18 de Julho de 1817)

Esta semana destacamos a escritora inglesa Jane Austen, pelos 200 anos do seu desaparecimento (18 de Julho de 1817) e da sua obra que continua a ser objeto de estudos académicos e ainda a encantar muitos leitores.





segunda-feira, 10 de julho de 2017

APRESENTAÇÃO DO LIVRO "O MURO ONDE A SOMBRA PERSISTE" DE LUÍS AGUIAR



Na passada 6ª feira, pelas 21h30, decorreu na Biblioteca Municipal, a sessão de apresentação do livro "O muro onde a sombra persiste" do jovem poeta Luís Aguiar, na qual marcaram presença muitos familiares, amigos e admiradores.

A apresentação da obra vencedora do Prémio de Poesia Judith Teixeira 2016,esteve a cargo da Prof.ª Doutora Sara F. Costa (poetisa e diretora executiva do Centro de Língua Chinesa Portal Martim Moniz) e do Dr. Paulo Coelho (representante da editora «Edições Esgotadas»).

O evento contou ainda com uma performance de violino e saxofone, com poemas declamados pelo autor, assim como um Porto de Honra.

Luís Aguiar nasceu em Oliveira de Azeméis a 14 de Abril de 1979, no entanto, fixou residência há vários anos em Águeda. É licenciado pela Universidade de Aveiro e finalista do mestrado em Línguas e Relações Empresariais, curso administrado na mesma universidade. Estudou, também, música clássica e fotografia analógica. Foi colaborador assíduo do Diário de Notícias (DN Jovem) entre 2001 e 2007. Tem dezenas de poemas dispersos por jornais, revistas e antologias literárias. Foi co-autor na construção do maior poema contemporâneo, "O Fulgor da Língua – O Estado do Mundo", promovido pela capital da cultura – Coimbra (2003). Tem oito livros de poesia publicados e foi galardoado em mais de quatro dezenas de prémios literários nas últimas duas décadas, onde se destaca o Prémio de Poesia Judith Teixeira (2016) com o trabalho poético “O Muro Onde a Sombra Persiste".